FAQs

Quem são os participantes deste estudo?

Os participantes deste estudo são mulheres migrantes, definidas de acordo com a International Organization for Migration – IOM (Organização Internacional para as Migrações) como mulheres nascidas num país estrangeiro e que se deslocaram para Portugal e mulheres portuguesas nativas.

De que forma é que vou estar envolvido?

Fazem parte da equipa de investigação os profissionais de saúde (pontos focais) de diferentes hospitais, centros hospitalares ou unidades locais de saúde a nível nacional que abraçaram este projeto. Estes profissionais estão diretamente envolvidos no recrutamento das participantes no momento do parto e na recolha de dados a partir do processo clínico da mulher parturiente, através do preenchimento um questionário online (aceder em Área reservada) ou em formato papel. As indicações para o preenchimento do questionário estão disponíveis juntamente com a documentação necessária para a implementação do projeto (ler mais em Área reservada).

Os profissionais de saúde estarão em contacto regular com os membros da equipa de investigação do ISPUP para o acompanhamento e articulação das atividades a nível dos hospitais e a nível do ISPUP. Para além disso, os profissionais vão estar envolvidos na preparação de artigos científicos e de outros outputs do projeto.  

Que documentos são necessários para implementar o projeto no meu serviço?

Os documentos necessários para dar início e implementar o projeto são:

- o consentimento informado, que confirma que a mulher aceitou livremente participar, depois de lhe ter sido fornecida uma explicação clara sobre o projeto;

- a folha de informação ao participante, que presta uma explicação clara e concisa sobre o projeto, incluindo objetivos, tipo e métodos de recolha de dados, entre outros;

- o questionário, em formato digital ou papel para a introdução dos dados recolhidos.

Os documentos foram inicialmente enviados para os membros da equipa de cada hospital, após a aprovação do estudo pela respetiva Comissão de Ética, mas estão também disponíveis neste website.

Qual é a duração do projeto?

O projeto terá a duração de 3 anos. A fase inicial, de recrutamento a nível hospitalar, tem uma duração prevista de 10 meses, no entanto, este período depende do processo de recrutamento e do tamanho da amostra, ou seja, o recrutamento terminará quando forem recrutadas 3500 mulheres migrantes e 3500 mulheres portuguesas a nível nacional.

Quem devo contactar se tiver dúvidas?

Se tiver dúvidas poderá contatar um membro da equipa de investigação (ler mais em Equipa) através do seguinte número: 222061820 ou através do email bambino@ispup.up.pt.